sábado, 8 de maio de 2010

MARIA

Maria, não há como respirar sem ao menos Maria desejar.

Maria é a significação da existência da mulher materna e pura divindade, mas refiro-me

A Maria Aparecida, aquela que faz a diferença em meu ser e no seu ser.

Maria é a razão do conviver, do sorrir e do prazer em viver.

Maria é luz, é pão é vinho e sabedoria.

Mulher é aquela que se chama Maria, mãe única, que rege a benevolência e o perdão, mesmo que subjetivamente. Mesmo que omitindo, perdoa. Seu gracejo é para poucos, talvez somente para filhos, aqueles que a juram amor eterno e que Deus abençoou com as forças divinas e com suas mãos num gesto de aprovação.

Quando Deus a almejava pensava em paz e ambivalências que só Maria tem o poder de conduzir as nossas vidas e do mundo que a envolve. Sem Maria sem água para beber, sem terra para trilhar, sem ar para respirar, sem fogo para amar, sem história para contar.

É desse modo que Maria, me banha de moradia, para que um dia eu tenha a quem contar uma singela epopéia de amor que nunca acabará.

Reginaldo Silva Poso

Um comentário:

  1. Flavia Meriglialle19 de maio de 2010 14:39

    Que lindo rê, muito bom, sei que você é um ótimo amigo, namorado, amaante,criança,adulto e tudo mais, mas feliz é aquela mãe ou melhor a sua mãe que o tem como filho.beijinho....rsrs

    ResponderExcluir

Arquivo do blog

Seguidores

Quem sou eu? Quem sabe a mescla de tudo que você deseja.

Minha foto
São Paulo, Capital, Brazil
Nossa. Sou um desdobramento humano. Quero ser tudo rsrsrs... Mas é melhor que você descubra aos poucos.